Por que começar com a comigo-ninguém-pode?

Postado por Fernanda Werner em

Espécie bastante utilizada na decoração dos lares, a comigo-ninguém-pode (Dieffencachia) caiu no gosto dos brasileiros não só pela variedade de estampas das folhas como pela sua tolerância à baixa luminosidade e fácil manutenção. Além disso, é uma planta de muito poder energético, sendo capaz de afastar energias negativas e equilibrar o ambientes onde está.

Significado espiritual da comigo-ninguém-pode

O poder da comigo-ninguém-pode é muito utilizado por aqueles que conhecem suas propriedades espirituais. Segundo o Feng-Shui ela é capaz de afastar todo o tipo de energia negativa, seja de quem a carrega ou do local onde está plantada, evitando conflitos no recinto. Possui benefícios de proteção contra a inveja humana e expulsa visitantes indesejados, como espíritos obsessores. Na umbanda, é associada aos orixás Ogum e Exu e quando cultivada em conjunto com a espada-de-são-jorge ainda tem o poder de quebrar qualquer feitiço ou trabalho contra quem as plantou.

Além do significado espiritual, a Comigo-ninguém-pode leva esse nome, pois é uma planta venenosa, que pode intoxicar animais domésticos e crianças na fase oral, devido ao oxalato de cálcio presente em suas folhas. Os sintomas dos pacientes podem variar de grande irritação, dor intensa e inchaço nas vias aéreas, podendo até atingir o o sistema digestório e provocar sangramentos gastrointestinais. Por isso, cuidado, dê preferência para vasos altos ou use suportes para evitar o fácil contato com animais e crianças com essa planta poderosa.

Como ter um comigo-ninguém-pode grande e saudável

Por ser uma planta originária das florestas tropicais da Colômbia e Costa Rica, essa planta se adaptou bem ao calor brasileiro, conseguindo tolerar temperaturas acima de 30ºC. Além disso, a capacidade de desenvolvimento na meia-sombra possibilita o cultivo dessa planta dentro de casa, mas, lembre-se, ela precisa receber alguma luz indireta para manter sua bela estampa manchada.

Tenha em mente que essa é uma planta que necessita de bastante água para se desenvolver, porém o solo nunca pode ficar enxarcado, por isso, é necessário montar um vaso com metade de substrato rico em matéria orgânica e metade de areia (não a de gato, tá) para garantir uma boa drenagem.

Quanto as regas, vale sempre a regra do dedinho. Se ao retirar o dedo da terra ele estiver limpo, significa que é necessária uma nova rega. Porém, cuidado, se muitas folhas começarem a amarelar de uma vez só, pode significar que você está regando demais. O excesso de água na comigo-ninguém-pode, pode fazer com que ela “chore” através de gotejamento em suas folhas. Para evitar a falta ou o excesso de água, conte com vasos inteligentes para garantir a hidratação ideal que a planta precisa todos os dias sem que você precise lembrar das regas.

Tipos de comigo-ninguém-pode

Dieffenbachia amoena
Dieffenbachia "Mars"
Dieffenbachia 'Camilla'
Dieffenbachia sunrise
Dieffenbachia tropic Mariana

Posso plantar outras espécies no mesmo vaso?

Se a preocupação for quanto a toxicidade da planta, pode relaxar, pois não há nenhum problema em dividir o vaso com outras plantas, mesmo que sejam comestíveis, uma vez que a toxina da planta não irá passar para as outras. Porém, ainda assim, não é recomendado, pois pode haver a competição por espaço e nutrientes, o que pode significar menor desenvolvimento de uma das plantas. Ou seja, o ideal é plantar cada espécie no seu próprio vaso, assim o desenvolvimento será ainda melhor.

 

Quer receber dicas de cuidados com as plantas no seu e-mail? Então se inscreva na nossa eco-letter rolando a página até o fim.


Compartilhe esta postagem



← Post anterior Post seguinte →


0 comentários

Deixe um comentário